3 de set de 2010

Observatório de Meliponicultura

A última vez que tive contato com as abelhas nativas foi em 2010 e penso que será pouco provável retomar atividades com a Meliponicultura. Nesta quase 1,5 década manejando abelhas sem ferrão deu para aprender um bocado de coisas, das quais passo a relembrar as mais importantes. E já que não sou mais Meliponicultor, passo a categoria de Observador da Meliponicultura.
A quantidade de informações disponíveis:
Impressionante como a Meliponicultura avançou nesta última década. Fora a Revista mensagem Doce e artigos da ciência, raras eram as matérias que divulgassem a Meliponicultura. Hoje, se clicar palavras ligadas a Meliponicultura aparece um festival de informações sobre as abelhas indígenas sem ferrão, com uma quantidade expressiva de sites e blogs de muito boa qualidade, com informações e fotografias. Mesmo tendo trabalhado com normatizações e lagalizações, entendo como bom essa coisa de venda de colônias, ninhos, colmeias, mel e pólen de meliponíneos em ofertas na internet e também entendo que as normas futuras precisam estar atentas aos avanços que a Meliponicultura tomou. Saímos de alguns aficionados, segundo Ker, para muitas mil pessoas e milhares de colônias sendo manejadas e me parece que todo esse esforço deve ter reduzido drasticamente a corrida para tirar ninhos da natureza, que por si só já bastaria. E melhor ainda, é o traslado de colônias de lá para cá melhorando o fluxo gênico das espécies. No momento que a Meliponicultura estabelecer alguns padrões eg., colmeias, manejo e beneficiamento do mel, seguramente mais pessoas estarão manejando com segurança as abelhas nativas e outras tantas saboreando um mel delicioso.

4 comentários:

  1. Muito boa sua postagem amigo!
    tens razao essa atividade a cada dia cresce mais, graças a Deus e a nos que somos amantes dessa arte.
    Att:
    Isaac Soares de Medeiros
    http://abelhasdosabugi.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo Fernando..,
    eu estava sentindo falta de suas postagens,pois elas me ajudam nessa busca diária de informações,à respeito das asf...

    Principalmente,quando essas informações vem de um pesquisador renomado como você....

    Espero,que a cada dia,a nossa meliponicultura se profissionalize e consiga unir negócio e respeito à natureza...

    Grande abraço.
    Paulo Romero.
    Meliponário Braz.

    ResponderExcluir
  3. É isso mesmo Paulo. Na hora que a Meliponicultura estabelecer padrões, como os de Apis, e a turma deixar de inventar moda pouco produtiva aí sim a Meliponicultura dará um grande passo. Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá Isaac. É sempre bom lembrar que Meliponas tem comportamento e biologia muito parecidas, por isso penso que o trato com os bichos deveria estar melhor padronizado e a hora que isso acontecer vai ser legal.

    ResponderExcluir

Seguidores