3 de set de 2010

Expedição na Região do Urubú

Passei o fim de semana na Comunidade de Santo Antônio no Rio Urubú em BVR. Muitas famílias estão cuidando das suas colmeias de meliponíneos, quase totalidade Melipona seminigra merrillae. O legal é que o investimento é zero e o tempo gasto com manejo também, o que a turma faz é manter a limpeza do local e deixar as abelhas se divertirem na florada da várzea. Nada de alimentar, nada de inspecionar, nada de nada, apenas paz para as abelhas e muito mel. Fotos: Impossível ângulo para visualizar as 500 colmeias, apenas parte de um Meliponário perfeito; Ninhos fantásticos de compressipes e seminigra; Muito mel como sempre; Peixes Amazônicos para as refeições diárias.

























4 comentários:

  1. Amigo Fernando,...
    que final de semana maravilhoso,você passou...,no meio da floresta,tomando mel puro,comendo peixe,respirando esse ar maravilhoso,e ainda em contato direto com os meliponicultores...,trocando experiências.

    Você deve ser muito feliz,com o trabalho maravilhoso que realiza,por aí...
    Apesar de ser inexperiente,(apenas um apaixonado e defensor,das abelhas nativas)eu me considero um seguidor do seu trabalho...claro que em miniatiatura...,afinal,sou apenas um "nativo",mas com muita vontade de acertar e muita paixão por toda essa natureza...

    Grande abraço.

    Paulo Romero.
    Meliponário Braz.
    João Pessoa,PB.

    Grande abraço.
    Paulo Romero.
    Meliponário Braz.
    João Pessoa,PB.

    ResponderExcluir
  2. É isso aí Paulo.
    Vontade eu tenho de voltar as origens e cair em campo novamente, porém, essas expedições estão cada vez menos possíveis de eu fazer, por conta de outros projetos que tenho assessorado por aqui, coisas de agricultura sustentável em terra firme, por exemplo.
    Mas vc tem razão, estar nas comunidades com famílias meliponicultoras é bem legal, café regional, muito peixe e essas coisas que encantam, até mesmo os milhares de carapanãs (mosquitos) passam batidos com as conversas a luz de lamparina. O mais legal mesmo, são as centenas milhares de colmeias para manejar ou dar uma espiadinha já que quase não abrimos as colmeias, apenas para tirar um pouco, ou um montão de mel, de resto os bichos ficam quitos no canto.
    Falou mestre.
    Um abraço
    Fernando

    ResponderExcluir
  3. que coisa linda to encantado por esse lugar fernando tenho um projeto de conhecer ai em breve
    trabalho lindo cara abraço joao

    ResponderExcluir
  4. Olá João, beleza. Bacana mesmo este lugar. Atualmente estou trabalhando em Macapá e Pará em lugares tão lindos como este que vc se refere. Então está convidado para conhecer. Abraço

    ResponderExcluir

Seguidores